Saiba quais são os erros que você jamais deve cometer com seus clientes

Saiba quais são os erros que você jamais deve cometer com seus clientes

Mais conscientes e atuantes do que nunca, os clientes são, definitivamente, o elemento que determina o sucesso ou o fracasso de uma empresa no mercado. Em alguns casos, são eles que atuam ativamente, como militantes, para propagar os ideais da empresa e divulgar seus produtos ou serviços. Em outros, no entanto, o relacionamento não ocorre tão bem, e as críticas, reclamações e denúncias acontecem quase que rotineiramente.

É claro que existem clientes que extrapolam qualquer senso básico, mas isso não significa dizer que você deve ignorar sua postura. Na maioria dos casos, inclusive, o comportamento do cliente diz muito a respeito da própria empresa que, embora se esforce para entregar o melhor produto ou serviço, pode estar ignorando diversos outros fatores que são fundamentais para conseguir a satisfação do seu público. Nesse post, pretendemos abordar os erros mais comumente cometidos por empreendedores no relacionamento estabelecido com a sua clientela. Confira:

A venda pela venda

Algumas empresas, infelizmente, ainda encaram a venda como um processo isolado, com começo, meio e fim, quando na verdade deveriam entender que esse pode ser apenas o início de um duradouro relacionamento. É fundamental desenvolver atividades para acolher novos clientes na sua empresa após a primeira venda, adotando canais efetivos de atendimento ao consumidor, além de ações pós-venda para encantá-lo. Ao vender apenas por vender, estamos estabelecendo um relacionamento frio, que certamente não terá muito futuro.

A voz do cliente

Outro problema é não ouvir o cliente. Claro, todos dizem que estão dispostos a conversar com o cliente e escutar suas reclamações, mas quantos efetivamente criam uma equipe de multidisciplinar de ouvidoria interna e, acima de tudo, levantam todas as informações obtidas por esse canal para estabelecer um plano de ação que envolva a melhoria? Não basta apenas manter uma postura passiva, a empresa precisa dar voz ao cliente e, acima de tudo, escutar o que ele tem a dizer para desenvolver melhor suas atividades.

Necessidade X Venda

Sua empresa pode ter criado uma nova linha de produtos ou, ainda, desenvolvido um serviço inovador. No entanto, isso não quer dizer que você precise “empurrar” essas soluções sempre que tiver a oportunidade. É preciso ouvir o cliente e oferecer soluções reais para as suas necessidades, mesmo quando isso não signifique satisfazer uma meta temporária (vender x produtos novos, por exemplo). Como já vimos, é melhor apostar no relacionamento a longo prazo, do que na venda em si.

Atendimento despersonalizado

Estamos no mundo das mídias sociais, onde todos querem ser ouvidos e reconhecidos. Se antes o tratamento diferenciado para cada cliente já era fundamental para o sucesso da sua empresa, hoje é ainda mais importante que você atue respeitando as peculiaridades de cada um deles. Em campanhas de marketing, por exemplo, procure direcionar a comunicação para cada tipo de cliente — um e-mail marketing genérico será facilmente jogado para a caixa de Spam, por exemplo. As próprias mídias sociais são um ótimo canal para estabelecer esse relacionamento mais direcionado.

Pronto para riscar todos esses erros da sua rotina? Não se esqueça de assinar a nossa newsletter (ao lado direito) para ficar por dentro de mais dicas!