5 indicadores de desempenho que sua empresa precisa mensurar

5 indicadores de desempenho que sua empresa precisa mensurar

Existem diversos indicadores de desempenho que as empresas podem utilizar para controlar o desempenho do negócio, identificando possíveis problemas e ajustando-os conforme necessário. Mas é preciso saber quais indicadores de desempenho utilizar. Conheça 5 deles.

1. Indicadores de lucratividade

Esse é o indicador que os empresários mais se preocupam. É baseado em cálculos de faturamento e lucro. Quando bem feitas, essas mensurações podem mostrar problemas em diversos setores ou estágios de atendimento e venda. São dados básicos, mas valiosos para qualquer negócio.

2. Indicadores de efetividade

Medem se os objetivos propostos para determinado período de tempo foram alcançados. São utilizados depois de os resultados terem sido produzidos. Algumas perguntas que podem ser respondidas são: o projeto fidelizou clientes? O projeto contribuiu para aumentar o faturamento e para reduzir as faltas dos colaboradores?

3. Indicadores de desempenho de gestão de projetos

Alguns dos mais importantes são o Return On Investment (ROI, ou retorno sobre o investimento) e o Cost Performance Index (CPI, ou Índice de Desempenho de Custo). O ROI mostra se o retorno do investimento foi positivo. Já o CPI mede a eficiência do projeto com relação aos custos. Assim, é possível saber se vale a pena investir naquele tipo de projeto e se as entregas foram realizadas dentro do prazo acordado, por exemplo.

4. Indicadores de desempenho de processos

Também são conhecidos como Key Performance Indicators (KPIs, ou indicadores-chave de desempenho). São voltados para verificar o desempenho das tarefas e se os resultados atingidos são os esperados.

Alguns indicadores de desempenho de processos são:

  • Eficiência: compara os resultados obtidos com os esperados;
  • Eficácia: compara os resultados obtidos com os recursos utilizados no processo, para fazer mais com uma quantidade menor de recursos;
  • Capacidade: quanto se produz em determinado período de tempo;
  • Produtividade: mede quanto cada colaborador conseguir produzir no mesmo período de tempo;
  • Qualidade: compara o que foi produzido com o total de produtos sem defeitos ou não-conformidades;
  • Rentabilidade: relaciona o lucro e o investimento realizado;
  • Competitividade: une a eficácia e a eficiência, para fazer o melhor com o mínimo de recursos e alcançando os resultados esperados;
  • Valor: diferença entre o valor percebido e o valor gasto no produto;
  • Valor do ticket médio: pode analisar por venda, cliente ou vendedor. Identifica quanto cada cliente gasta e quais vendedores são melhores;
  • Nível do serviço das entregas: verifica se o desempenho logístico está adequado e se a cadeia de suprimentos está funcionando de forma eficiente;
  • Taxa de sucesso em vendas: verifica o percentual de contratos fechados por negociação;
  • Índice de turnover: analisa o índice de rotatividade de colaboradores, verificando possíveis problemas organizacionais.

5. Satisfação de clientes

Uma maneira de verificar o nível de satisfação é fazer pesquisas com os consumidores por meio de questionários e formulários. Outro método é analisar os dados de internet e redes sociais, como curtidas, compartilhamentos, índice de engajamento (quantos usuários interagiram com a página em comparação com o número absoluto de visitantes), etc.

Porém o Net Promoter Score (NPS) apresenta o nível de satisfação de forma mais efetiva, mensurando a fidelidade e a satisfação dos consumidores. Esse indicador é obtido pelo cálculo da diferença entre a porcentagem dos clientes promotores (que tiveram uma experiência positiva) da porcentagem dos detratores (que tiveram uma experiência negativa). Dessa forma, se chega à porcentagem NPS e é possível ter uma boa noção do grau de satisfação dos clientes.

Agora que você já viu os 5 indicadores de desempenho importantes para a sua empresa, saiba mais sobre satisfação do cliente: como medir com sucesso?