07 Semelhanças entre a Corrida do Ouro e Empreender em Startups

07 Semelhanças entre a Corrida do Ouro e Empreender em Startups

A corrida do ouro no Alasca tem ganhado notoriedade através de alguns realities shows apresentados no canal Discovery Channel, os programas, como “Febre do Ouro” e “Tudo por Ouro” são muito interessantes, e através dos mesmos é possível notar muitas semelhanças deste tipo de empreendedorismo com o empreendedorismo digital inovador vivenciado pelas startups de todo o mundo.

Em pouco tempo de vivência no cenário startup na Tracksale.co e em pelo menos quatro outros negócios digitais empreendidos por mim, pude chegar as seguintes conclusões sobre as semelhanças deste cenário com a empreendedorismo nas minas de ouro:

1 – Escolha do Melhor Terreno

O ouro está embaixo da terra, as vezes 30 metros abaixo da superfície, não havendo equipamentos técnicos para constatar ou medir a quantidade de ouro existente, portanto é necessário visão, estudo e experiência para apontar o melhor terreno. No mundo startup não é diferente, as demandas devem ser criadas e o mercado deve ser construído com base no desconhecido, no inesperado, na alta chance de falha. Para indicar o melhor mercado e as melhores saídas, também é necessário visão, estudo e experiência, bem como a disposição de correr o risco de escolher um terreno errado, sem qualquer pepita.

Foto: Discovery Channel startups
Foto: Discovery Channel

2 – Troque de Terreno Rapidamente

Após escolha do terreno com base nos indícios da presença de ouro, o foco é total, todas as forças são aplicadas para extrair a maior quantidade de ouro no menor tempo possível. Em poucas semanas, havendo constatação da ausência de ouro no terreno, os mineiros não pensam duas vezes, imediatamente desistem do terreno, sem rancores e lamentações e partem para o próximo terreno. A mesma técnica é aplicada por empreendedores digitais, chamada “Fail Fast”, startups não perdem tempo tentando postergar as tentativas frustadas de sucesso.

startups
Foto: Discovery Channel

3 – Adesão da Equipe ao Grande Sonho

O risco nas duas formas de empreendedorismo é muito alto, mas uma vez achada a mina, o sucesso é garantido.  Portanto toda a equipe de sucesso acaba aderindo ao grande sonho compartilhado pelo líder. O trabalho tem que ser movido pela grande vontade de ter sucesso na vida e deve-se deixar de lado qualquer tipo de orgulho e ganância, sendo ainda necessária a ciência do alto risco do fracasso. Para um trabalho de sucesso é necessário não haver qualquer tipo de desrespeito e ausência de lealdade entre os membros da equipe, mesmo nos comuns momentos de alta pressão.

4 – Pressão Externa

Em ambos os casos, seja em uma mina de ouro ou em uma startup, a imersão é total, muitas vezes sem dinheiro por um bom período, a pressão de familiares, amigos, fornecedores, parceiros e investidores é inevitável. Toda a equipe, em ambos os casos, deve saber trabalhar de forma eficiente e com qualidade em momentos de pressão. A transparência das informações e a comunicação permanente pode evitar frustrações. O desgaste físico e mental, bem como a sensação de trabalho eterno somam a lista de preocupações da equipe.

startups
Foto: Discovery Channel

5 – Infra-Estrutura Rústica

Com recursos escassos e ambientes hostis, as minas de ouro possuem equipamentos e estrutura física rústica para trabalhar, em muitas startups iniciantes o mesmo ocorre, há dificuldade de servir toda a equipe com bons equipamentos, softwares e bons salários. Isto não deve ser motivo para qualquer descumprimento de qualquer obrigação

6 – Oportunistas

Ouro no Alasca! Corram! Instagram por 1 bilhão de dólares! Corram! Existem muitos oportunistas em qualquer nicho de mercado promissor, mas fica evidente o comportamento superficial destas pessoas que já nos primeiros obstáculos irão desistir do objetivo firmado sem qualquer tipo de planejamento.

7 – Definição de Prioridades da Operação

Toda mina de ouro “crua” possui um check list de tarefas necessárias para implementação da operação de extração minerária, todo dia é necessário planejar e definir as prioridades destas tarefas, caso contrário, tudo ficará sem rumo e o início da operação pode demorar prejudicando o grande meta.

A corrida do ouro no Alasca os Estados Unidos é bem diferente da corrida da Serra Pelada no Brasil, enquanto esta é totalmente braçal e com muita lama, a americana já possuem máquinas mais modernas e uso inteligente das tecnologias, esta é uma boa forma de representar o atual ecossistema de startups no Estados Unidos e no Brasil = Alasca e Serra Pelada.

Muito foi aprendido e inovado também na Corrida do Ouro Californiana entre 1840 e 1850, coincidentemente perto do Vale do Silício. A inovação ocorreu nos processos e técnicas de extração mineral, bem como na logística e até no vestuário, quando na ocasião foi criada a calça jeans por Levis Strauss como ferramenta de trabalho para os mineiros. A marca é famosa até os dias de hoje.

startups
Serra Pelada. Foto: Sebastião Salgado
startups
Alasca. Foto: Discovery Channel

 

 

 

 

 

 

Conheça os nossos parceiros:

Marketing
por Dados:

BuscarID
Desenvolvimento
e Manutenção:

CircusDigital
Estudos
e Relatórios:

Octadesk
Marketing de
Conteúdo:

Contentools
Especialista
em CX:

CXHub